Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Secretaria da Saúde
Início do conteúdo

Intoxicação Exógena

A intoxicação Exógena é um dos agravos que compõem a lista nacional de doenças de notificação compulsória, e se constitui em um conjunto de efeitos nocivos representados por manifestações clínicas ou laboratoriais que revelam o desequilíbrio orgânico produzido pela interação de um ou mais agentes tóxicos com o sistema biológico.

A intoxicação por agrotóxicos é de notificação compulsória no Sistema Nacional de Notificação de Agravos (Sinan), conforme a Portaria MS nº 1.271/2014. Ela deve ser notificada semanalmente por meio da ficha de intoxicações exógenas do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), por profissionais de saúde ou responsáveis pelos serviços públicos e privados de saúde que prestam assistência ao paciente, entre outras instituições.

As intoxicações exógenas por agrotóxicos são processos patológicos caracterizadas por um desequilíbrio fisiológico, com manifestações variadas de acordo com a classe das substâncias. Pode ser de natureza ocupacional, acidental, delitiva, suicida, entre outras. Considera-se como caso suspeito todo indivíduo que, tendo sido exposto a agrotóxicos, apresente sinais e sintomas clínicos de intoxicação ou alterações laboratoriais possivelmente compatíveis.

O Rio Grande do Sul (RS) é um Estado no qual as atividades agropecuárias representam um papel importante na economia gaúcha. Baseadas no modelo produtivo convencional, as culturas agrícolas utilizam um grande volume de agrotóxicos. Embora a capacidade instalada do setor saúde ainda enfrente dificuldades para atender a estas intoxicações e realizar o registro, o Estado tem apresentado uma pequena melhora na sensibilidade quanto ao agravo. De 1,56 casos por 100 mil habitantes notificados no ano de 2012, o RS atingiu 7,08 casos por 100 mil habitantes em 2018. Desta maneira estamos diminuindo a subnotificação e a meta de 6 casos por 100.000 habitantes pactuada no Plano Estadual de Saúde 2016-2019 foi alcançada. Em 2015, a média nacional de notificação deste agravo foi de 6,26 por 100 mil habitantes.

Taxa de notificação de intoxicação aguda por agrotóxicos


Abaixo seguem alguns materiais de investigação de intoxicação exógena por agrotóxicos no Sinan:

Taxa de intoxicação por Agrotóxico uso agrícola

Links relacionados

Centro Estadual de Vigilância em Saúde