Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Vigilância Epidemiológica

A coqueluche é uma doença de notificação compulsória em todo o território nacional. A notificação deve ser registrada no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), por meio do preenchimento da ficha de investigação da coqueluche. Além disso,  é recomendada investigação laboratorial em todos os casos atendidos nos serviços de saúde.

Caso suspeito de Coqueluche

1 - Indivíduo com menos de 6 meses de idade

Todo indivíduo, independentemente do estado vacinal, que apresente tosse de qualquer tipo há 10 dias ou mais associada a um ou mais dos seguintes sintomas:

  • Tosse paroxística – tosse súbita incontrolável, com tossidas rápidas e curtas (cinco a dez), em uma única expiração; guincho inspiratório; vômitos pós-tosse; cianose; apneia ou engasgo.

 2 - Indivíduo com idade igual ou superior a 6 meses

Todo indivíduo que, independentemente do estado vacinal, apresente tosse de qualquer tipo há 14 dias ou mais associada a um ou mais dos seguintes sintomas:

  • Tosse paroxística – tosse súbita incontrolável, com tossidas rápidas e curtas (cinco a dez), em uma única expiração; guincho inspiratório ou vômitos pós-tosse.

Arquivos anexos

Centro Estadual de Vigilância em Saúde