Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Mais de 380 mil crianças e gestantes ainda precisam se vacinar contra a gripe

Publicação:

45% das crianças e gestantes ainda não se vacinaram contra a gripe.
45% das crianças e gestantes ainda não se vacinaram contra a gripe. - Foto: Erasmo Salomão/MS

A vacinação contra a gripe neste ano tem uma atenção especial às crianças (acima de 6 meses e menores de 6 anos) e gestantes. Por isso, para esses dois públicos, a campanha inciou mais cedo, em 10 de abril, mais de uma semana antes dos outros grupos. Desde lá, cerca de 460 mil já se vacinaram, o que representa 55% de cobertura desses segmentos no RS. Mas ainda restam cerca de 380 mil crianças e gestantes que ainda precisam se proteger contra a gripe (ou influenza), o que deve ser feito preferencialmente antes da chegada do inverno. A campanha está na sua reta final, vai até 31 de maio.


Parobé destaca o uso das redes sociais

Entre os municípios com mais de 4 mil crianças e gestantes, Parobé é a cidade com melhor desempenho até o momento, já tendo alcançado 77% de cobertura, ou 3,5 mil do total de 4,6 mil crianças e gestantes. A secretária municipal de saúde, Marizete Pinheiro, destaca a mobilização feita pelas redes sociais. “Buscamos orientar a população mostrando quais são os grupos prioritários e a importância da vacina”, comenta. “E isso logo se espalhou pela nossa cidade, todos ficaram sabendo e se engajaram”, completa a secretária do município da Região Metropolitana.

Melhores municípios mais de 4 mil crianças e gestantes (43 municípios no Estado)
1º – Parobé (77%)
2º – São Borja (74%)
3º – Santa Rosa (73%)
4º – Lajeado (71%)
5º – Guaíba (66%)


Sobradinho mobiliza agentes comunitários

Em uma faixa intermediária de população a ser vacinada, entre 1 mil e 4 mil crianças e gestantes, Sobradinho é o primeiro a atingir a meta de ultrapassar os 90% de cobertura. O município da Região Centro Serra, inclusive, vacinou mais crianças e gestantes do que se estimava de população, chegando hoje a 102% de cobertura, com 1.073 doses aplicadas. O secretário municipal de saúde, Nilo Wietzke, comenta a importância do trabalho dos agentes comunitários de saúde. “Eles acompanham as famílias e, de casa em casa, fazem o chamamento à vacinação, o que aproxima a população dos serviços de saúde”, afirma.

Melhores municípios com população de crianças e gestantes entre 1 mil e 4 mil (92 municípios)
1º – Sobradinho (102%)
2º – Tapejara (82%)
3º – Gramado (82%)
4º – Guaporé (80%)
5º – Tupanciretã (78%)


Pinto Bandeira chega a mais de 150% de cobertura

Em municípios menores, é comum a ocorrência de coberturas acima dos 100%, já que são utilizadas estimativas populacionais baseadas em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do registro de nascimentos. Um desses casos é Pinto Bandeira que, neste ano, vacinou 151% da população que se calculava de crianças e gestantes. Isso representa que, na cidade da Serra, foram vacinadas até o momento 86 pessoas, o que significa 29 acima da estimativa. Para alcançar a todos eles, a secretária municipal de saúde, Janaíne Arpini, destaca a mobilização realizada durante o sábado do Dia D, em 4 de maio. “Levamos a vacinação para a praça central e tivemos uma boa adesão”, relata. “Também foi muito importante o trabalho de distribuição de materiais informativos pelos agentes de saúde nas visitas domiciliares e também nas creches e escolas”, afirma a titular da pasta.

Melhores municípios com até 1 mil crianças e gestantes (362 municípios no Estado)
1º – Pinto Bandeira (151%)
2º – São José do Inhacorá (124%)
3º – Eugênio de Castro (117%)
4º – São João do Polêsine (117%)
5º – Montauri (115%)

Apoio de entidades médicas e do Guri de Uruguaiana

Na mobilização pela vacinação, a Secretaria Estadual da Saúde conta com a parceria das entidades médicas gaúchas das áreas da ginecologia e obstetrícia, pediatria e geriatria e gerontologia, além da Sociedade Brasileira de Imunizações. Os presidentes dessas associações e sociedades gravaram vídeos para a campanha, onde respondem as principais dúvidas sobre a vacinação e a gripe. A secretaria conta ainda com a participação de profissionais do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) esclarecendo questões sobre o tema. O material é divulgado nas redes sociais da secretaria (Facebook, Twitter, Instagram e YouTube) e está aberto para compartilhamento de qualquer pessoa ou por páginas de outras entidades, órgãos públicos, secretarias municipais e prefeituras.

A secretaria tem também o apoio do Guri de Uruguaiana para incentivar a vacinação da gripe. O personagem – interpretado pelo comediante Jair Kobe – gravou vídeos para a campanha nas redes sociais. A participação voluntária do artista busca estimular a população dos grupos prioritários a fazerem a vacina antes do término da campanha, em 31 de maio.

Centro Estadual de Vigilância em Saúde