Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Secretaria da Saúde
Início do conteúdo

Diagnóstico e Tratamento

Hepatite A

O diagnóstico da Hepatite A é feito através de exame de sangue laboratorial. O  AntiHVA IgM é o exame que confirma a hepatite A aguda. Para a hepatite A não dispomos de teste rápido para triagem. Também pode-se confirmar o diagnóstico de hepatite A através da avaliação clínica no caso de haver mais de uma pessoa com os mesmos sintomas na mesma comunidade, não precisando fazer exame de sangue laboratorial em todos os pacientes.

O tratamento da hepatite A é feito na unidade de saúde. É um tratamento sintomático que requer repouso e acompanhamento dos sintomas até a cura completa. Raros são os casos que evoluem para hepatite fulminante. A hepatite A não cronifica.

Imunidade

Só se tem hepatite A uma vez na vida. A pessoa que já teve essa hepatite fica imune, isso se comprova pelo exame de sangue antiHVA IgG positivo. A pessoa que não teve hepatite A, mas que foi vacinada, apresenta esse mesmo exame de antiHVA IgG positivo.

Hepatites B e C

Atualmente existem os testes rápidos que são exames de triagem para as hepatites B e C. O teste rápido é gratuito e está disponível para população a partir dos 2 anos de idade nas Unidades de saúde. O diagnóstico é confirmado através do exame de sangue laboratorial.

Procure sua unidade de saúde e informe-se. Você pode ter Hepatite e não saber. Faça os testes!

Tratamento

Após confirmação diagnóstica da hepatite B e C o usuário deve ser encaminhado ao serviço especializado de referência.

Na hepatite B a doença aguda não é tratada.

Na hepatite C a doença aguda pode ser tratada e evoluir para cura.

Se hepatite B ou C crônica, existem critérios de tratamento e medicamentos adequados. Os tratamentos são obtidos através do componente especializado da Assistência Farmacêutica, ou seja, através de processos administrativos.

Atual tratamento para hepatite B:

Atual tratamento para hepatite C:

Notificação de reação adversa ao tratamento:

Veja aqui o vídeo tutorial que demonstra o passo a passo para a notificação no NOTIVISA de eventos indesejáveis referentes a medicamentos, em especial os medicamentos utilizados no tratamento da hepatite C.

Arquivos anexos

Centro Estadual de Vigilância em Saúde